quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

E você?

Você.

Meia idade. Seu cônjuge morreu faz cerca de 5 anos.
Você tem uma criança linda que cria com todo cuidado, pois é a única família que lhe restou. Toda sua vida é baseada nela: suas decisões, seu emprego, sua rotina. Tudo.

Mas numa triste manhã de chuva em agosto você manda sua criança pra escola, mesmo contra a vontade dela, pois chove. Às 14h da tarde ligam pra sua casa dizendo que, infelizmente, ela tinha sofrido um acidente e que se encontrava no hospital da cidade.

Você, em prantos, corre para o hospital e ao chegar descobre que a criança já se encontra morta. Você não pode nem se despedir ou consolá-la.

No fim do dia, enqusnto você chora e pergunta se a vida vale realmente a pena, chega uma das pessoas a tentar resgatar a criança e diz: "No bolso dela encontramos apenas este chiclete..."



E você?


Guarda?

10 comentários:

Léo disse...

A diferença entre a vida e a morte, as vezes, é o tempo.

Não, não guardaria.

A lembrança de momentos... O presente dado em um momento de alegria... Até uma fotografia, devem ser guardados...

Porém algo que me lembre a dor que senti quando descobrir que minha linda criança morreu... Não, prefiro não guardar

Arth disse...

Não guardaria...

Marazzo disse...

Só eu achei esse texto engraçadíssimo ??

Pois bem, eu não guardaria. Afinal, segundo as teorias de Lavousier, na natureza tudo se transforma. O chiclete, no caso, se transformaria numa gosminha nojenta; perderia o cheiro e a validade.

Outra coisa:

Que raio de colégio é esse onde a criança vai pra escola de manhã cedo e às 2h da tarde ainda tá lá ??

outra coisa :

que raio de criança é essa que guarda 1 chiclete no bolso? pq ela n mascou logo o chiclete. Eu acho que isso era uma pista. A menina foi morta de propósito e com suas últimas forças deixou o chiclete ali pra que punissem os culpados.

Léo disse...

Caio, o texto era serio... =/

Beatrix Kiddo! disse...

Cara, eu acho que o Caio justamente achou o texto engraçado porque não é do feitio do Pedro, em escrever coisas sérias assim.
Eu tô meio assustada.

Pedro Porra disse...

aff vai se fude

eh sempre isso: "isso n parece o pedro"
tudo q eu escrevo se n tiver palavrao vc fala essa porra

chega ne??

Léo disse...

Nego (e branquinhas tbm) acha que o Pedro é formado de palavrão, alcool e carbono...

Mas não é só isso! tem sentimento ali! e chiclete tbm ...

Pedro Porra disse...

mas principalmente alcool

Arth disse...

alcool por opção...

Beatrix Kiddo! disse...

Ok, Pedro, vc eh uma pessoa muito mais do que palavrão.
Desculpa por não estar te levando a serio. Odeio quando isso acontece cmg tb.
Desculpas sinceras, de sua amiga Georgia.
Beijos.